Recadastramento de armas vai até 31 de dezembro de 2009, sem choro nem vela

SAIBA COMO LEGALIZAR SEU TRABUCO
E SE SAFAR DE DORES DE CABEÇA

Se você possui um trabuco ou vários, a oportunidade de fazer o recadastramento sem custo, burocracia ou necessidade de exames e testes vai somente até o final do ano. O prazo final para o recadastramento obrigatório é dia 31 de dezembro. Impreterivelmente. Depois dessa data, quem não tiver recadastrado estará cometendo o crime de posse ilegal de armas, que pode render cana de um a três anos e multa.

"No referendo realizado em 2005, as pessoas optaram pelo direito de ter armas em casa como uma forma de legítima defesa. Mas para que isso seja feito de maneira correta, é preciso fazer o recadastramento", explica Salesio Nuhs, diretor-institucional da Associação Nacional da Indústria de Armas e Munições (Aniam), que, em parceria com a Polícia Federal, realiza a Campanha Nacional de Recadastramento de Armas desde julho deste ano.

"As armas que estão com os cidadãos de bem não são as envolvidas na criminalidade. Na maioria das vezes, elas são herdadas de familiares ou doadas por amigos", completa o diretor.

Para incentivar a regularização das armas em todo o País e facilitar ainda mais o acesso da população a este serviço obrigatório e gratuito, a Polícia Federal e a Aniam vêm realizando uma série de ações itinerantes.

Essa iniciativa soma-se a outras maneiras simples e sem burocracia de efetuar o recadastramento de armas, que pode ser feito em uma das 2 mil lojas especializadas, em uma das unidades da Polícia Federal, em uma das 6 mil agências dos Correios ou pelo site www.recadastramento.org.br. Mais de três milhões de pessoas fizeram o recadastramento.

O que fazer - Os documentos que devem ser apresentados são cópias autenticadas do RG, CPF, comprovante de residência e, se tiver, registro antigo da arma. Não é preciso levar a arma. Para recadastrar não há necessidade de realizar exames e teste.

"As ações itinerantes que acontecem simultaneamente em vários Estados, como a parceria com a Aniam e os Correios, facilitam o recadastramento de armas e alcançam boa receptividade. Elas funcionam como mais um lembrete ao cidadão para que cumpra uma obrigação dentro do prazo estabelecido", define o delegado Douglas Saldanha, chefe do Serviço Nacional de Armas da Polícia Federal.

Todo o cidadão brasileiro ou naturalizado, maior de 25 anos, tem o direito de adquirir até seis armas de uso permitido. Recadastrar é a única forma de garantir o direito de manter a arma em casa. 
 
Saiba mais clicando http://www.recadastramento.org.br/ ou http://recadastreja.blogspot.com/

Se você é jornalista e quer fazer matéria a respeito entre em contato comigo, fazendo um comentário nesta postagem ou ligando para (11) 3874.2039 ou 3424.8089.
 
ARMA ESPECIAL - E já que falamos em armas, vale a pena curtir a foto abaixo de uma arma que está exposta numa tradicional loja de camping do centro de São Paulo. E, antes que o Ibama venha atrás de mim, quero dizer que o trabuco aí não funciona, é de brincadeirinha...
 

Um comentário:

Raquel Rivera Soldera disse...

Todo dia o Datena fala sobre o recadastramento de armas no programa dele.