CÉU E MAR, ESTRELAS NA AREIA...ADEUS, JOHNNY ALF

-Ah, se  a juventude que essa brisa canta/ ficasse aqui comigo mais um pouco/ eu poderia esquecer a dor de ser tão só/ pra ser um sonho...
A primeira vez que ouvi esses versos, era adolescente lá em Boituva, nos 1970. A bossa nova já tinha perdido espaço para outros gêneros, mas eu comecei a conhecer a bossa nova ali, naquele disco de coleção da editora Abril, que foi presenteado por minha tia Josefina, que provavelmente nunca o ouviu. E Dóris Monteiro continua:
- Daí então quem sabe alguém chegasse/ buscando um sonho em forma de desejo/ Felicidade então pra nós seria/ E a madrugada acalentaria a nossa paz...
- Fica, oh brisa, fica pois talvez quem sabe/ o inesperado faça uma surpresa/ e traga alguém que queira te encontrar/ e junto a nós queira ficar...
E tinha ainda no bolachão aquela outra música linda, cantada pelo próprio: Céu e Mar/ estrelas na areia...
Pois é: só agora há pouco, vendo uma página qualquer de internet, li, com lágrimas nos olhos, o frio noticiário das agências: O cantor, pianista e compositor Johnny Alf morreu nesta quinta-feira (4). Ele estava internado em estado grave no hospital Mário Covas, em Santo André, na Grande São Paulo. Ele tinha 80 anos.
O velório será realizado a partir das 11h desta sexta-feira (5), no Teatro Sérgio Cardoso, na Bela Vista.

3 comentários:

David da Silva disse...

Soldera, que porrada no peito é esta partida do Johnny. Tenho uma entrevista agendada semana que vem com a Alaíde Costa, perguntaria a ela sobre a turnê que eles fizeram pela Europa. Ela só não me atendeu na 3ª-feira pq estava com dores no braço e iria ao médico. Sem a suavidade do Alf, estamos agora todos somente nós e a brisa.
(cheguei aqui no teu pedaço pelo Matheus do Violão, Sardinha e Pão. Já pode me considerar um freguês)

Antonio Marcos Soldera disse...

É realmente foi uma porrada. Foi o cara mais discreto da bossa nova. E, no entanto, imprescindível.
Bem,temos de tocar a vida. Obrigado pelo comentário e sinta-se à vontade para outros. Você está em casa.
Gostaria de saber mais sobre a entrevista com a Alaíde. Para que tipo de mídia é a entrevista?

David da Silva disse...

Vou publicar a entrevista com a Alaide Costa no meu blog http://barelanchestaboao.blogspot.com
Quando eu postar, te dou um toque.