Praça em Santo André vira acampamento

CASAL MONTA BARRACA NA PRAÇA
E AUTORIDADES NÃO ESTÃO NEM AÍ
Na Praça Vereador Cesar Maida, no Bairro Campestre, em Santo André, há um casal acampado há quase um mês.
Todas as noites eles montam a colorida barraca, como se estivessem num camping, e a desmontam quando acordam, lá pelas 10h da manhã.
A barraca é escondida num telhado atrás de um muro que dá para uma horta em área de torres da Eletropaulo.
Alguns vizinhos já se cansaram de ligar para a Guarda Civil Municipal. Todas as vezes a GCM promete que vai enviar uma viatura imediatamente ao local, mas nada acontece. Uma dessas promessas quem fez foi o GCM Amorim.
O casal certamente está morando na praça por falta de uma moradia digna. Mas isso é outro problema e não justifica a ocupação de um espaço público.
Afinal, como diz um morador, se a moda pega não haverá mais praças em Santo André ou qualquer outro lugar do País, pois nosso déficit habitacional gira em torno de 8 milhões de moradias.
O problema é que Santo André é um lugar meio esquisito, como mostra o post do NP datado de junho deste ano. Confira.
Agora o casal está neste local da praça. Mas já esteve em...

...em outro canto, como mostra foto tirada por vizinho. E quando...
...saíam ainda deixavam o espaço demarcado por um plástico

Um comentário:

Silvia A Smith Borges (borgesborges@verizon.net) disse...

Que legal!
Então eles são metropolitanos, viajantes, trabalhadores, discretos e organizados.
Adoraria ver uma entrevista com eles, saber sobre suas vidas - não tenho interesse nos vizinhos fofoqueiros têm a dizer: se não ficassem bisbilhotando nem notariam que tem alguém acampando por lá. Mas esse casal pode desvendar uma nova tendência urbana.
Pior seria se fosse 1 bando de drogados, deixando as latas e caixas permanentemente sujando a praça.