ESTAMOS A BORDO NOVAMENTE


A.M.Soldera

Boituva, a terra natal, sempre no coração
Como dizia, nos anos 80, o jornalista Ferreira Neto na abertura de seu programa de entrevistas patrocinado pela companhia aérea Varig, “estamos a bordo novamente”.
Depois de uma cirurgia brava para extração de um rim – recebemos alta há uma semana –, iniciamos agora uma nova etapa na vida.
Em momentos como esse a única coisa que podemos fazer é ter fé e acreditar que Deus nos ajudará a superar as dificuldades.
Para mim, além da fé foi muito importante contar com o apoio da família, dos parentes, dos amigos, colegas de trabalho.
Muitas foram as orações em prol da minha recuperação e eu só tenho a agradecer a todos quantos por um minuto sequer no seu dia a dia dirigiram o seu pensamento a Deus pela minha saúde.
Já era para ter feito isso desde o dia 17, quando recebi alta, mas os muitos dias de hospital me deixaram meio lerdo de raciocínio e sem inspiração para escrever.
Além do que acontecimentos como esse nos levam a muitas reflexões sobre a maneira como conduzimos nossas vidas e nos mostram como somos vulneráveis, acabando com qualquer empáfia que por ventura tenhamos em relação aos nossos companheiros de viagem aqui na Terra.
Assim, reitero meus agradecimentos aos familiares, meus parentes, amigos, conterrâneos de Boituva, companheiros de trabalho, conhecidos, pela força espiritual que me deram para enfrentar a doença e me fortalecer com os ensinamentos que ela traz.
Por fim, não poderia deixar de agradecer o atendimento primoroso que recebi no Hospital do Igesp, em São Paulo. Enfermeiros, atendentes e os médicos Alexandre, Jesus e Scheneider, e em especial os enfermeiros Jackson e Wilson Marcos da UTI do 1º andar.
Sei que a luta não acabou, mas a principal batalha foi vencida. E, como eu disse no início, estamos a bordo novamente nessa grande espaçonave chamada Terra.
Obrigado.

Nenhum comentário: