Farmácia Popular: programa do governo federal aceita receitas do SUS e de médicos particulares


É mais devagar que tartaruga, mas algumas coisas mudam para melhor neste país de falcatruas mil. E, quando ocorrem mudanças,  NP gosta de noticiar, pois este blog não faz parte da mídia que transforma desgraça em espetáculo para obter audiência. E uma dessas boas notícias vem do programa FarmáciaPopular, do governo federal, que garante medicamento gratuito ou com desconto para todo cidadão brasileiro, aceitando receita médica tanto do SUS (Sistema Único de Saúde) quanto de médico particular, que atende em hospitais e clínicas privadas.

Hipertensão, diabetes e asma  – Para se beneficiar do programa, basta apresentar documento de identidade, CPF e receita médica com validade indicada para cada tipo de medicamento.
De acordo com levantamento feito em agosto, 53% das receitas apresentadas para a retirada de medicamentos nas farmácias vêm do serviço de saúde privado e 47% do público.
Em 2012, 13,8 milhões de pessoas foram beneficiadas pelo programa. Desse total, 80% dos pacientes tiveram acesso gratuito aos medicamentos para hipertensão, diabetes e asma.

Princípio ativo – Pela Portaria 2928/2011, que regulamenta a distribuição de medicamentos no SUS, documentos do serviço privado também são aceitos. Desde então, todo tipo de prescrição é aceita no programa Farmácia Popular.
É muito importante, porém, que o médico prescreva o medicamento pelo princípio ativo e não pelo nome comercial, pois os estabelecimentos não são obrigados a disponibilizar todas as marcas de um medicamento.

Descontos vão até 90% – Desde 2011, com a criação da ação Saúde Não Tem Preço, a população tem acesso a 11 medicamentos gratuitos para hipertensão e diabetes. A partir de junho de 2012, mais três medicamentos para asma passaram a ser ofertados de graça.
Medicamentos para colesterol, glaucoma, rinite, osteoporose, doença de Parkinson, dislipidemia, anticoncepção e fraldas geriátricas também são vendidos com até 90% de desconto nas farmácias populares e unidades credenciadas ao programa em todo o País.
São 113 itens nas farmácias próprias e 25 itens nas drogarias conveniadas.

Nenhum comentário: